Terça-feira, 12 de Novembro de 2019 - Bem-vindo(a)
Home Home > Sobre Ibitinga > Símbolos Municipais

Símbolos Municipais

Conforme Lei Municipal número 971 de 02 de fevereiro de 1971, os símbolos do município de Ibitinga são:

• Brasão Municipal

• Bandeira Municipal

• Hino Municipal

Brasão

Brasão Municipal

O Brasão de Armas de Ibitinga é de autoria do Dr. Afonso D'Escragnolle Taunay (Visconde de Taunay) e foi atualizado pelo heraldista professor Arcinóe Antonio Peixoto de Faria, da Enciclopédia Heráldica Municipalista e é descrito nos seguintes termos:

- Escudo clássico flamengo-ibérico apelidado de "escudo-português", usado para representar o brasão de Ibitinga, é herdado pela heráldica brasileira como evocativo da raça colonizadora e principal formadora de nossa nacionalidade.

- A coroa mural que o sobrepõe é o símbolo universal dos brasões de domínio que, sendo de argente (prata) de oito torres das quais apenas cinco são visíveis em perspectiva no desenho, classifica a cidade representada na Segunda Grandeza, ou seja Sede de Comarca.

- A cor do metal argente (prata) do campo do escudo, simboliza em heráldica a Paz, Amizade, Trabalho, Prosperidade, Pureza e Religiosidade.

- A faixa ondada de blau (azul) representa o rio Tietê e os batelões de jalde (ouro), lembram no Brasão as monções dos bandeirantes que, em grandes expedições desciam o rio em demanda às minas de Cuiabá e que ancoravam no Porto das Monções, situado em terras do atual município de Ibitinga.

- A cor blau (azul) é símbolo de Justiça, Nobreza, Perseverança, Zelo e Lealdade e o metal jalde (ouro) representa a Glória, Riqueza, Esplendor, Grandeza e Soberania.

- O rochedo de sable (preto) emergindo das águas do rio lembra que a imagem histórica do padroeiro da cidade proveio de Itapura ( a pedra que emerge).

- Em Chefe, parte superior do escudo, a coroa de espinhos e os diagramas de Cristo, representam o símbolo do Senhor Bom Jesus, padroeiro da cidade e que, durante algum tempo, servia também de topônimo à nascente povoação.

- A cor sable (preto), tem o significado heráldico de Prudência, Sabedoria, Moderação, Dedicação e Ciência.

- Em ponta, o escudete de argente (prata) faixado de goles (vermelho), tendo em Chefe a cabeça de um leão e timbrado da mesma com duas asas de águia, é a reprodução das armarias da Família Landim, lembrando a figura de Miguel Landim, doador das terras do patrimônio e, por conseguinte, considerado o fundador da cidade.

- Nos ornamentos exteriores, o bandeirante e o fazendeiro, lembram as figuras humanas ligadas ao desbravamento e povoamento da região; o café e o algodão, lembram os principais produtos oriundos da terra dadivosa e fértil, esteios da economia municipal.

- No listel de goles (vermelho) em letras argentinas (prata) o topônimo identificador "IBITINGA" ladeado pelos milésimos "1885" de sua elevação a Distrito de Paz "1890" de sua emancipação política.

- A cor de goles (vermelho) é símbolo heráldico de Amor Pátrio, Audácia, Intrepidez, Coragem e Valentia.

Bandeira

Bandeira Municipal

- A Bandeira Municipal de Ibitinga, de autoria do heraldista professor Arcinoé Peixoto de Faria, da Enciclopédia Municipalista, será esquartelada em cruz, sendo os quartéis de azul constituídos por quatro faixas amarelas carregadas de sobre-faixas vermelhas, dispostas duas a duas no sentido horizontal e vertical e que partem de um losango central, onde o Brasão Municipal é aplicado.

- O estilo da Bandeira obedece a tradição da heráldica portuguesa, da qual herdamos os cânones e regras, com direito a opção pelos estilos oitavado, sextavado, esquartelado em cruz, lembrando nesse símbolo o espírito cristão do povo de Ibitinga.

- O Brasão ao centro da Bandeira simboliza o governo municipal e o losango onde é aplicado representa a própria cidade-sede do Município. As faixas simbolizam o Poder Municipal que se expande a todos os quadrantes do território e os quartéis assim constituídos, representam as propriedades rurais existentes no território municipal.

- De conformidade com as regras heráldicas, a Bandeira Municipal terá as dimensões oficiais adotadas para a Bandeira Nacional, levando-se em consideração 14 (catorze) módulos de altura da tralha por 20 (vinte) módulos de comprimento do retângulo.

- Quando da inauguração de uma bandeira, deverá ser efetuada solenidade cívica, podendo ser designado um padrinho ou madrinha que, após as solenidades oficiais, fará um juramento prestando a continência civil (Mão direita espalmada sobre o coração), dizendo as seguintes palavras: "JURO HONRAR, AMAR E DEFENDER OS SÍMBOLOS MUNICIPAIS DE IBITINGA, E LUTAR PELO ENGRANDECIMENTO DESTA CIDADE, COM LEALDADE E PERSEVERANÇA".